Notícias

Seja Digital continua distribuição de kits gratuitos para TV digital na região de Ribeirão Preto

Famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal que ainda não retiraram a antena digital e o conversor devem ligar para 147 ou acessar sejadigital.com.br/kit

27/02/2018

Mesmo após o desligamento do sinal analógico de TV, a distribuição de kits continua 

O desligamento do sinal analógico de TV foi realizado em 20 cidades da região de Ribeirão Preto no último dia 21 de fevereiro e, agora, a população já pode assistir aos seus programas favoritos com a qualidade digital. Mesmo com o fim do sinal analógico, a Seja Digital continua na região para orientar a população e distribuir os kits gratuitos, com antena digital e conversor com controle remoto, para as famílias de baixa renda. No total, mais de 95 mil kits já foram distribuídos.

Com a continuidade da distribuição, a Seja Digital reafirma seu compromisso em não deixar ninguém para trás. A distribuição de kits gratuitos teve início na região em meados de agosto e será encerrada nas próximas semanas. Para saber se têm direito ao kit gratuito, as famílias de baixa renda devem acessar sejadigital.com.br/kit ou ligar para 147 com o NIS (Número de identificação social) em mãos. “Esperamos que as famílias de menor renda que ainda não retiraram o kit gratuito façam o agendamento nesses últimos dias”, afirma Vandreza Freiria, gerente regional da Seja Digital.

Seja Digital trabalhou durante 7 meses na região e mobilizou milhares de pessoas

Na região de Ribeirão Preto, a partir das 23h59 do dia 21 de fevereiro, o sinal analógico foi desligado, conforme definição do Gired, grupo liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologado por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A partir do dia 22 de fevereiro, mais de 440 mil domicílios assistem gratuitamente aos seus programas preferidos com qualidade de imagem e som semelhante à de cinema.

Desde o início do processo, a entidade buscou informar, orientar e mobilizar a população sobre como se preparar para a mudança no sinal de TV, com foco na inclusão e desenvolvimento social. Segundo a gerente regional da Seja Digital, Vandreza Freiria, os meses de trabalho foram marcados por conquistas e desafios. “O desligamento do sinal analógico de TV acontece com a certeza de que cumprimos nosso papel, empenhados em levar os cidadãos ao encontro do direito de acesso à TV aberta de qualidade. Esta forma de ver o mundo e a função social da Seja Digital marcaram a dinâmica do nosso trabalho”, cita a gerente.

Além de campanha em TVs, rádios, jornais, redes sociais e do trabalho diário realizado por cerca de 250 pessoas envolvidas diretamente nas ações de mobilização na região, a Seja Digital contou com o apoio de diversos parceiros, que foram essenciais para que a informação chegasse até à população. Entre eles estão as 20 prefeituras, assim como os secretários das pastas de assistência social, saúde e educação dos municípios. Fruto dessa parceria, 400 servidores públicos foram capacitados para atuar nas comunidades como multiplicadores do processo. Para os alunos da rede pública, a Seja Digital realizou a Caravana da TV Digital na Escola, juntamente com a organização cultural Ribeirão em Cena – foram 170 apresentações culturais em 109 centros educacionais de 9 cidades da região, impactando mais de 34 mil alunos. “Por meio dessa ação nas escolas foi possível informar, aproximar e incluir os alunos no processo, trazendo alegria e conhecimento através da arte”, relata o ator Bruno Mariotti. 

Já com o IPCCIC, Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, foram 120 dias de atuação porta a porta para esclarecer as dúvidas dos moradores e realizar o agendamento para que as famílias de menor renda pudessem retirar seus kits gratuitos. Ao todo, 30 mutirões e mais de 25 mil pessoas foram abordadas. O presidente da associação do bairro Wilson Tony, Wagner de Jesus Mellini, considera que a atuação dos mobilizadores no conjunto habitacional retrata o compromisso da Seja Digital em não deixar ninguém para trás. “O número estimado aqui é de 2 mil moradores, muitos deles sem acesso à internet ou com limitações para usar o telefone, por isso o respaldo da Seja Digital foi fundamental“, conta Mellini. 

Idosos e pessoas com deficiência também tiveram atenção especial. Entre os projetos desenvolvidos em parceria com a Fundação Palavra Mágica, uma gincana cultural promoveu atividades de divulgação e apoio junto à população idosa de Ribeirão Preto. O público-alvo, membros das 54 unidades do PIC - Programa de Integração Comunitária, ação das Secretarias Municipais de Saúde, Esporte, Assistência Social, Educação e Fundo Social de Solidariedade do município. Só neste projeto foram mais de 80 voluntários auxiliando nos agendamentos para retirada de kits e instalações solidárias. Segundo Mariângela Amorim, do Instituto Palavra Mágica, a Gincana Cultural PIC Palavra Mágica atingiu o objetivo junto à população idosa. “Esta ação estimulou a cooperação voluntária e contribuiu consideravelmente para a evolução de pessoas, seus talentos e habilidades”, disse.

A Seja Digital realizou, ainda, treinamentos para antenistas e outras ações de mobilização social em parceria com o SENAI. Somado às Caravanas da Instalação Solidária, parceria com o Instituto Terroá e com a Percurso Digital, foram mais de 1,5 mil alunos formados e cerca de 20 mil instalações gratuitas em Ribeirão Preto, Sertãozinho, Serrana, Pontal e Jardinópolis. Além disso, por entender que a TV é uma parte importante do cotidiano de muitos moradores, a Seja Digital buscou aproximação com centros comunitários, condomínios, varejistas e antenistas durante todo o processo. “Mais do que contribuir com a efetividade de uma política pública de acesso à TV aberta e gratuita, com melhor qualidade de imagem e som para toda a população, a equipe não mediu esforços para estabelecer relações de parceria com organizações sociais e grupos culturais”, finaliza Vandreza Freiria.

Os canais de atendimento continuam à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento. Os moradores que ainda tiverem dúvidas sobre como se preparar para o sinal digital devem acessar o site www.sejadigital.com.br ou ligar para central telefônica 147 (ligação gratuita).

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

 Atendimento à imprensa:
Atendimento Nacional
Weber Shandwick Brasil - sejadigital@webershandwick.com
(11) 3027-0200

 Atendimento Regional Ribeirão Preto
Conceito Comunicação – (16) 3621-3252
Assessoria de Imprensa, Relações Públicas, Comunicação Corporativa
ribeiraosejadigital@conceitocomunic.com.br
Sonia Maggiotto – (16) 9 8136-4310
Carla Valentim – (16) 9 8178-7722

Voltar