Notícias

Hora de reforçar as ações de prevenção contra a dengue, alerta o Centro Médico RibeirãoShopping

Com o período de chuvas, o momento é para investir em medidas simples como não deixar água parada em casa

18/03/2019

Com o atual mês de março chuvoso, é hora de redobrar atenção para prevenir a proliferação do mosquito transmissor do vírus da dengue 

O primeiro trimestre de cada ano sempre traz uma velha preocupação: as epidemias de dengue, que ocorrem sempre no período de chuvas gerando focos de água parada, nos quais o mosquito Aedes aegypti se reproduz alastrando o risco da doença. A última epidemia na região de Ribeirão Preto ocorreu em 2016, quando milhares de casos foram notificados. Portanto, com o atual mês de março chuvoso, é hora de redobrar  atenção para prevenir a proliferação do mosquito transmissor do vírus da dengue.

O Centro Médico RibeirãoShopping, sempre antenado com os principais problemas de saúde da população, aproveita o momento de atenção para reforçar os cuidados simples que todos nós devemos ter para evitar o recrudescimento da doença: acabar com os criadouros potenciais do Aedes aegypti, ou seja, a água parada. Ela pode estar em casa, no jardim, na vizinhança ou no trabalho, e é responsabilidade de todos nós, além do poder público, combater esses focos diariamente.

Fique de olho e tome as medidas necessárias para resolver a questão de água acumulada e exposta em garrafas PET e de vidro, lajes, ralos, vasos sanitários e piscinas; coletor de água da geladeira e ar-condicionado, calhas, cacos de vidros nos muros, baldes, pratinhos e vasos de plantas vazios; plantas que acumulam água, falhas nos rebocos, caixas de água, cisternas e poços; tonéis e depósitos de água, objetos que acumulam água, vasilhas para animais, lixo, entulho e pneus velhos; lixeira dentro e fora de casa, entre outros. Usar regularmente protetores nas partes expostas do corpo e manter janelas com telas também ajuda na prevenção.

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz, o vírus da dengue se divide em quatro tipos, denominados Den-1, Den-2, Den-3 e Den-4, e todos podem causar tanto a forma clássica da doença quanto a dengue hemorrágico. A doença acarreta febre alta com início súbito, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda do paladar e apetite, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, manchas e erupções avermelhadas na pele, principalmente no tórax e membros superiores, moleza e dor no corpo, dores nos ossos e articulações.

Em caso de suspeita, o paciente deve ser levado a uma unidade ou posto de saúde já que o diagnóstico rápido é fundamental no tratamento. O Centro Médico RibeirãoShopping possui um Pronto Atendimento e um laboratório de análises clínicas para auxiliar no tratamento dos sintomas e na confirmação da doença. Vale lembrar que a dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo e que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com a doença em mais de 100 países. Estima-se que 500 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue.

O Centro Médico RibeirãoShopping oferece clínicas de neurologia, vascular, radiologia, gastro, proctologia, urologia, dermatologia, cirurgia plástica, reprodução humana, ginecologia, oftalmologia, otorrino e de aparelhos auditivos, coluna e dor, cardiologia, de vacinas, de infusão, PA infantil e adulto, ortopedia e odontologia, bem como laboratório de análises clínicas, anestesiologia, centro de imagens e um day hospital.

Além disso, possui uma agência bancária e uma charmosa cafeteria inspirada na culinária mediterrânea, o Café Du Chef. Conta ainda com auditório e é integrado ao mall do RibeirãoShopping através de escadas rolantes, elevadores e estruturas envidraçadas. Funciona de segunda a sábado das 6 às 22 horas e, dentro deste intervalo, cada clínica possui seu próprio horário de atendimento.

Voltar